Segunda, 13 de Julho de 2020
(89) 98132 5954 - Diretor
Saúde MARANHÃO

Em 24 horas, Maranhão registra 1.867 novos casos de coronavírus; total chega a 26.145

O número de casos suspeitos caiu e chegou a 1.026.

27/05/2020 11h10
Por: Redacao
Boletim - Maranhão
Boletim - Maranhão

Nessa terça-feira (26), o Maranhão chegou a 26.145 pacientes diagnosticados com o novo coronavírus, 853 mortos pela Covid-19 e a 6.664 curados da doença, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Em 24 horas, foram registrados 1.867 novos casos de infecção pelo vírus no estado.

De acordo com a SES, foram notificados 36 óbitos pela doença nas cidades de Codó, Anajatuba, Santo Antônio dos Lopes, Santa Helena, Lago da Pedra, Esperantinópolis, Presidente Sarney, São Bento, Araioses, São José de Ribamar, Imperatriz e São Luís.

O boletim aponta que dos novos casos notificados, 297 foram na Grande Ilha de São Luís, 104 em Imperatriz e 1.466 em outros municípios do Maranhão. O número de casos suspeitos caiu e chegou a 1.026.

Dos pacientes infectados pelo novo coronavírus, 17.176 estão cumprindo isolamento domiciliar, 984 estão internados em leitos de enfermaria e 468 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

A secretaria afirma que desde o início do monitoramento da Covid-19 no estado, 940 profissionais da saúde foram infectados pela doença. Deste número, 830 se recuperaram e 17 morreram. Ao todo, o Maranhão já realizou 43.697 testes para o novo coronavírus na rede pública e privada de saúde.

Ficar em casa

Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

Fonte G1/MA

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.