Domingo, 29 de Novembro de 2020
(89) 98132 5954 - Redação
Polícia MORTO

Morre no HEDA o policial de Parnaíba baleado durante tiroteio em frente ao cemitério São Sebastião (na rua Tabajara).

Ele estava internado em estado grave no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) desde o dia 2 de novembro (dia de finados) após se envolver em um tiroteio com outro policial nas proximidades do Cemitério São Sebastião

06/11/2020 08h36
Por: Redacao
Morre no HEDA o policial de Parnaíba baleado durante tiroteio em frente ao cemitério São Sebastião (na rua Tabajara).
Morreu no início da noite desta quinta-feira (05), o Sargento Marcos Sérgio, policial militar da 1ª CIA do 2° BPM Major Osmar e que era lotado na Penitenciária Mista de Parnaíba Juiz Fontes Ibiapina. Ele estava internado em estado grave no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) desde o dia 2 de novembro (dia de finados) após se envolver em um tiroteio com outro policial nas proximidades do Cemitério São Sebastião (Cemitério da Tabajara) quando foi atingido pelos disparos de revólver 38 desferidos pelo sargento reformado da PM do estado do Goiás identificado por Carlos Augusto da Cunha Rabelo.

Marcos Sérgio morreu após uma parada cardíaca ocorrida durante a tarde de hoje em decorrência dos ferimentos a bala. Apesar dos cuidados dos intensivista da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Heda para manter o policial vivo, os esforços foram em vão. Ele veio a óbito no início da noite por volta das 19h30.

Marcos Sérgio também estava armado com uma pistola calibre ponto 40 e chegou a atingir Carlos Augusto no braço direito, mas sem gravidade. Ele foi atendido e já recebeu alta médica .

As armas foram recolhidas e entregues na central de flagrantes de Parnaíba, litoral do Piauí. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada, no caso à Divisão de Homicídios da Polícia Civil onde foi instaurado o inquérito.

O corpo do policial foi recolhido pelo carro tumba do Instituto de Medicina Legal – IML para a realização da necropsia e posteriormente entregue a família para a realização dos funerais.

Fonte: Jornal da Parnaíba

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.