Terça, 21 de Setembro de 2021
37°

Poucas nuvens

Monte Alegre do Piauí - PI

Geral PIAUÍ

SEMAR retoma vistorias ambientais na região dos cerrados.

Após uma pausa durante a pandemia, estão sendo retomadas as ações de vistoria pela secretaria estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar).

20/08/2021 às 16h04 Atualizada em 20/08/2021 às 16h14
Por: Redacao Fonte: semar
Compartilhe:
SEMAR retoma vistorias ambientais na região dos cerrados.

Após uma pausa durante a pandemia, estão sendo retomadas as ações de vistoria pela secretaria estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar). Em plena atividade na região dos Cerrados, as auditoras fiscais ambientais Célia Delamare e Denise de Araújo Ribeiro, explicam que nessa região do estado são fiscalizadas, principalmente, as áreas para supressão de vegetação, as atividades agrícolas, e outras correlacionadas.

A secretária Sádia Castro explica que esta atividade foi suspensa durante o período mais rígido da pandemia, mas que a retomada foi necessária tendo em vista que a vistoria é uma ação que previne danos ambientais. “As vistorias verificam ações, processos, produtos e instalações dos empreendimentos e, somadas às demais atividades da Semar, garantiram a redução de 76% do desmatamento em áreas de Mata Atlântica nos últimos dois anos", informa. Esse número positivo de proteção dos recursos naturais pode ser atribuído, conforme Sádia Castro, a uma revisão dos procedimentos em todos os setores da Semar, que tornou a gestão ambiental do Piauí mais eficiente com a implantação do programa de modernização do órgão. Uma das ferramentas que veio agilizar o atendimento foi o Sistema Integrado de Gestão Ambiental e Recursos Hídricos (SIGA).

"Através do SIGA, os serviços de licenciamento ambiental, outorga de uso de água; ou qualquer outro serviço voltado à utilização de recursos naturais são feitos virtualmente, poupando inclusive o uso de papel, que é um produto que causa grande impacto ambiental. Nossa missão é sempre ampliar a proteção do meio ambiente sem comprometer o desenvolvimento econômico e acreditamos que o caminho é esse", completa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.