Terça, 21 de Setembro de 2021
37°

Poucas nuvens

Monte Alegre do Piauí - PI

Geral PIAUÍ

Após atuação do MPPI para a implantação do Corpo de Bombeiros Militar em Bom Jesus, Estado anuncia a realização de concurso público

Na região extremo-sul do Estado do Piauí não há unidade do Corpo de Bombeiros Militar,

08/09/2021 às 08h35
Por: Redacao Fonte: MPPI
Compartilhe:
Após atuação do MPPI para a implantação do Corpo de Bombeiros Militar em Bom Jesus, Estado anuncia a realização de concurso público

O Grupo de Atuação Especial no Controle Externo da Atividade Policial (Gacep), em apoio a 1ª Promotoria de Justiça de Bom Jesus, instaurou o Procedimento Administrativo de Auxílio nº 023/2020 para fomentar, fiscalizar e acompanhar a implantação de uma unidade do Corpo de Bombeiros Militares na cidade de Bom Jesus.

A unidade da corporação mais próxima da cidade de Bom Jesus é a Companhia Destacada de Floriano, que se situa a cerca de 360km (trezentos e sessenta quilômetros) de distância de Bom Jesus e mais de 590km (quinhentos e noventa quilômetros) de Corrente.

O efetivo do Corpo de Bombeiros do Piauí é o menor do país (apenas 339 bombeiros), além de apresentar a pior relação de bombeiros por habitantes, com um bombeiro a cada 9.393 piauienses, quando a ONU (Organização das Nações Unidas) recomenda que seja de um combatente a cada grupo de mil habitantes.

Conforme apurado por meio da pesquisa da Revista Emergência, disponível em https://protecao.com.br/upload/emergencia_materiaarquivo/64.pdf, a região do Brasil com menor presença física dos bombeiros é a Nordeste, que possui postos de bombeiros em apenas 5,24% de suas cidades e, reforçando os dados nacionais, o estado que apresenta a pior situação é o Piauí, com o índice de 1,79%, o que significa que, levando em conta os municípios do Estado, em apenas 1,79% deles há presença física de bombeiros.

Na região extremo-sul do Estado do Piauí não há unidade do Corpo de Bombeiros Militar, não obstante os Municípios de Bom Jesus e vizinhos vivenciarem frequentemente a ocorrência de alagamentos, incêndios no período da seca, especialmente em razão da prática em larga escala da agricultura. Além disso, a região é acessível por meio da BR 135, conhecida popularmente como “Rodovia da Morte” em razão do grande número de acidentes de trânsito e, ainda assim, não conta com bombeiros militares, que detém atribuição para salvamento de vítimas de acidentes automobilísticos.

Como resultado do trabalho do Ministério Público do Estado do Piauí, o Comando-Geral do Corpo de Bombeiros, coronel José Arimatéia Rêgo de Araújo, anunciou que o governo do estado autorizou a realização de concurso público para a corporação. A informação foi divulgada pelo próprio comandante-geral do Corpo de Bombeiros, na última quarta-feira, 1º de setembro.

Compete ao Corpo de Bombeiros Militar do Piauí realizar serviços de prevenção e extinção de incêndios; de busca e salvamento; perícias de incêndio relacionadas com sua competência; prestar socorros nos casos de sinistros, sempre que houver ameaça de destruição de haveres, vítimas ou pessoas em iminente perigo de vida; realizar pesquisas técnico-científicas, com vistas à obtenção de produtos e processos, que permitam o desenvolvimento de sistemas de segurança contra incêndio e pânico; atividades de segurança contra incêndio e pânico, com vistas à proteção das pessoas e dos bens públicos e privados; executar atividades de prevenção aos incêndios florestais, com vistas à proteção ambiental.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.