Domingo, 09 de Agosto de 2020
(89) 98132 5954 - Diretor
Polícia GILBUÉS-PI

PRF apreende caminhão com madeira ilegal na BR 135 em Gilbués-PI

foi detectado pelos policiais que a madeira não possuía documento ambiental válido conforme site do IBAMA.

30/08/2019 15h38 Atualizada há 11 meses
Por: Redacao Fonte: Portal corrente
Foto divulgação PRF
Foto divulgação PRF

Policiais Rodoviários Federais realizaram a apreensão de 20,0 m³ de madeira serrada que estavam sem licença ambiental válida para o transporte na tarde desta quinta-feira (29) na BR 135. Os policiais identificaram o crime ambiental na cidade de Gilbués/PI, ao abordarem o veículo IVECO/ TECTOR 240 E28S, conduzido por um homem de 37 anos.

Foi solicitado ao condutor toda a documentação ambiental do carregamento. Após as averiguações necessárias foi detectado pelos policiais que a madeira não possuía documento ambiental válido conforme site do IBAMA.

A carga avaliada em R$ 9.102,00 vinha de Bujaru/PA e tinha como destino o município de Ipupiara/BA. A Empresa Proprietária do veículo e da carga foram enquadradas no Art. 46 da Lei Nº 9.605/98 de crimes ambientais.

Foi lavrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência e toda a carga de madeira juntamente com o veículo e o condutor foram encaminhados ao IBAMA e encontram-se disponíveis na cidade de Corrente/PI para os encaminhamentos devidos.

Em 2018, a PRF efetuou a apreensão de 1.267,33 m³. Somente esse ano, a PRF já realizou a apreensão de 544,63 m³ de madeira nas rodovias federais que cortam o Piauí.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Gilbués - PI

Gilbués - Piauí

Sobre o município
Gilbués está incluído no projeto de criação do Estado do Gurguéia, criado com sede no Povoado de Santo Antônio de Gilbués, por desmembramento do município de Corrente, pelo Decreto nº 68, de 14 de maio de 1891, e instalado em 14 de julho de 1892. A partir de 1910 passou a denominar-se apenas Gilbués.
Anúncio